fbpx
GTRES Metais Sanitários

A reforma das áreas molhadas é considerada a pior parte da reforma em geral. Saiba como evitar percalços e problemas nesse período, e a não temer mais a hora de reformar o banheiro, a cozinha e a lavanderia.

 

Para que a reforma das áreas molhadas seja feita sem imprevistos, é muito importante que se tenha um planejamento prévio de quais coisas serão feitas na reforma, quais os materiais que serão necessários e a mão de obra adequada. Planejar é o primeiro passo para o sucesso de qualquer reforma, por menor que ela seja.

 

Todos os detalhes precisam constar nesse planejamento, que deve ser feito inclusive para as finanças. Ter um orçamento é essencial para guiar as suas decisões no decorrer da reforma, e é importante na hora de comprar os materiais e acessórios para os cômodos. Fazer uma lista de compras detalhada, comparar preços no mercado e entender o que será necessário no começo evita muito as dores de cabeça.

 

Estabeleça também cronogramas, para que você saiba mais ou menos quando a obra estará pronta, quanto tempo cada procedimento irá levar. Isso ajuda na organização dos materiais e das compras. Afinal, de nada adianta comprar com antecedência e estocar os materiais errado. É um prejuízo desnecessário, que pode ser evitado com o planejamento.

 

E depois que a obra começa?

Se a palavra antes do começo da obra é planejamento, ela se transforma em organização assim que ela começa. É muito importante manter tudo organizado durante o trabalho, para que cada coisa seja feita no tempo certo, com muito cuidado e levando em consideração o planejamento anterior.

 

Quando se trata de áreas molhadas, como banheiro, cozinha e lavanderia, a reforma pode ser um desafio – já que é muito importante ter uma parte hidráulica bem estruturada e planejada. Nessa hora, um projeto que inclua todas as saídas de esgoto e entrada de água é primordial. Ele se chama projeto hidrossanitário, e você pode conhecer mais sobre o assunto clicando aqui.

 

É sempre melhor começar a obra pelas partes mais difíceis, ou que fazem mais sujeira. A partir desses reparos maiores, as outras coisas vão ficando mais fáceis de serem feitas. Lembre-se sempre de que, em áreas molhadas, é muito importante impermeabilizar todas as áreas que terão contato com água. Infiltrações podem acabar com as paredes, com os metais sanitários, e até com os eletrodomésticos, trazendo problemas graves – inclusive na estrutura dos banheiros. Portanto, a impermeabilização é um passo muito importante na reforma.

 

Por fim, chega a hora mais esperada: a decoração. Nessa fase, não há muitos segredos, é apenas seguir o que te deixa mais feliz, seu gosto pessoal e claro, o orçamento estabelecido no começo da reforma.

 

Planejamento e organização: esses são os melhores amigos de uma reforma sem dores de cabeça. É claro que imprevistos acontecem, mas um bom planejamento consegue inclusive te deixar preparado para todos eles e uma boa organização pode ajudar na hora de lidar com qualquer eventualidade.

 

Quer saber mais sobre o assunto? Leia os textos sobre reforma e construção no nosso blog!

Colocar link texto