fbpx
GTRES Metais Sanitários

Muitas pessoas pensam que ducha e chuveiro são nomes diferentes para a mesma coisa. Alguns dizem que a diferença vem da vazão da água, ou do formato do produto. Conheça agora a real diferença entre os dois, e saiba escolher a melhor solução para a sua casa. 

 

Ao ir comprar um chuveiro novo, muitas vezes surge a dúvida: afinal, qual a real diferença entre chuveiro e ducha? Apesar de muitas pessoas associarem essa diferença com a vazão de água já que, teoricamente, a ducha teria maior vazão, essa não é a principal coisa que difere um do outro.

 

A diferença entre eles é bem técnica e simples: fica no aquecimento da água. O chuveiro possui um sistema próprio de aquecimento de água com aquecedor e resistência, usando meios elétricos para aquecer a água. Já a ducha precisa de um aquecimento externo da água, pois ela não possui nenhuma parte elétrica. A água precisa chegar já aquecida em seu interior para que ela funcione. 

 

O que geralmente causa confusão na hora da nomenclatura é que, a ducha devido a sua inclinação e o espalhador da água, oferece uma vazão maior e pressão de água mais potente. Por isso, alguns fabricantes de chuveiros começaram a chamar categorias de seus produtos de “duchas”, querendo dizer que os chuveiros eram maiores e teriam mais vazão. 

 

Qual é a melhor escolha?

Como a ducha não possui aquecedor interno e não precisa de instalação elétrica, ela se torna uma opção mais fácil para instalar e manter. Porém, sua casa precisa ter um sistema de aquecimento interno que possibilite que a água chegue quente na ducha, ou se não terá apenas a opção de uma ducha de água fria. Sistemas de aquecimento interno podem ser aquecedores a gás ou a luz solar. O investimento para instalar um sistema desse tipo é alto, mas compensa no futuro, principalmente na conta de luz.

O chuveiro elétrico é econômico no consumo de água, mas é um grande gastador de energia elétrica, que se reflete na conta de luz de cada mês. 

 

Portanto, na hora de escolher, você deve levar em consideração a estrutura de instalação, se já existe alguma pré-preparada na sua casa para receber a ducha por exemplo, no caso do aquecimento externo. Ou se achar que o investimento para instalação de um aquecimento externo não vale a pena nesse momento, o chuveiro elétrico se torna a opção mais viável. Na maioria dos casos, o chuveiro é o escolhido, pois o mercado oferece opções com uma ótima vazão de água, e que são muito simples de instalar.

 

Na hora de instalar

Tanto a ducha quanto o chuveiro precisam de alguns cuidados na hora da instalação. No caso do chuveiro, a parte elétrica é muito importante já que pode causar acidentes caso seja mal instalada. Para a ducha, contar com materiais de qualidade na hora da instalação também é importante. Em alguns casos, é preciso colocar um braço de chuveiro para que a ducha ou chuveiro fiquem em uma distância ideal da parede. Esse material precisa ser resistente e duradouro. 

Sempre meça a altura da instalação, veja se a pressão de água está adequada e se tem todos os materiais necessários para concluir a instalação. Assim, você se assegura que fez a melhor escolha para sua casa. 

 

Conheça os materiais para instalação de duchas disponíveis em nosso site!