fbpx
GTRES Metais Sanitários

Tornar a casa acessível para pessoas com algum tipo de deficiência física ou mobilidade reduzida pode ser um desafio. Hoje no Brasil, de acordo com dados do IBGE, são quase 25% da população que possui alguma dessas condições. Saiba quais são as principais dicas para tornar sua casa acessível.

 

A definição de um espaço acessível é que, uma pessoa que possua alguma limitação de mobilidade consiga usufruir daquele espaço sem precisar de ajuda de uma outra pessoa. Em qualquer construção nova, há normas pré-estabelecidas que precisam ser seguidas, mas quando se fala de acessibilidade, alguns cuidados precisam ser redobrados e adaptações são necessárias. Veja as principais dicas para fazer um projeto acessível, focando no banheiro e na cozinha.

 

Portas: As portas e passagens de cômodos precisam ter, no mínimo, 80 cm de largura para serem consideradas acessíveis. Elas precisam possuir uma soleira em formato de rampa, e sempre abrir para fora, para que uma pessoa usuária de cadeira de rodas consiga manipular sem dificuldades.

 

Piso: Em um primeiro momento, é muito importante fazer o nivelamento do piso, e a colocação de rampas onde haja degraus – a indicação é que as rampas não ultrapassem 8% de inclinação. É preciso planejar a instalação de pisos antiderrapantes, principalmente em cômodos molhados como banheiro e cozinha.

 

Pias e vaso sanitário: As pias precisam estar em uma altura confortável para a manipulação de uma pessoa usando cadeira de rodas, além de ter a parte inferior da pia livre de obstáculos que possam prejudicar a locomoção.

O vaso sanitário também precisa ter a altura regulada, para que possa ser usado sem ajuda. Existem regras que determinam a medida exata de acordo com a ISO.

 

Barras de apoio: No banheiro, as barras de apoios são essenciais para garantir a autonomia e a segurança, e precisam ser instaladas com cautela. Escolha barras de materiais resistentes e que não escorreguem. Elas precisam resistir a um esforço de pelo menos 150 kg. As barras precisam ser 100% de aço inox, para evitar a corrosão devido a umidade.

 

Elétrica: Todas as tomadas e interruptores precisam ser instalados de forma que estejam ao alcance dos moradores com deficiência física, sem que ofereça nenhum tipo de risco para quem for utilizar.

 

Cozinha e banheiro: Um dos pontos mais importantes de um projeto acessível para a cozinha é garantir que haja um espaço de circulação livre que permita a movimentação segura das pessoas que usam cadeira de rodas. Isso vale para os banheiros também, que precisam ser maiores para a livre circulação. Além disso, os utensílios precisam estar dispostos de uma forma fácil e segura, usando armários e gavetas mais baixos, por exemplo.

 

O mais importante em um projeto de acessibilidade para banheiro e cozinha é ter certeza que todos os espaços são muito funcionais e não representarão nenhum perigo ou dificuldade a uma pessoa que tenha deficiência física. A oportunidade de poder fazer coisas sozinhas em sua própria casa aumenta muito a qualidade de vida dessas pessoas, e facilita as tarefas domésticas, trazendo autonomia e independência.

 

Conheça mais sobre os materiais que podem ser utilizados em projetos acessíveis, acesse nosso catálogo de produtos!